Perguntas frequentes

Qual a missão do Zen?

Estamos construindo uma plataforma que permita a qualquer pessoa no mundo encontrar e usar produtos financeiros com alta segurança. Queremos dar a capacidade de criar novos tipos de ativos para a criação de uma base global de desenvolvedores e engenheiros financeiros.

Por que a blockchain?

Contratos inteligentes não precisam viver em um consenso descentralizado. Quando Nick Szabo Invented Smart Contracts, ele os viu funcionando em dispositivos físicos como carros - isto é, propriedade inteligente - e talvez em alguns sistemas de cartórios. Este conceito original tem as vantagens de ser relativamente fácil de implementar, rápido, barato e bastante fácil de entender a partir de uma perspectiva econômica.

Com a invenção de livros contábeis descentralizados, tornou-se possível criar um sistema notarial e "colocá-lo na blockchain". Neste projeto, o contrato é definido na fundação, mas não é aplicado pelo próprio protocolo. Existem também sistemas que funcionam de forma centralizada, mas usam moeda digital, por exemplo, Open Transactions. Nesses sistemas, você confia no operador para fazer o que o protocolo diz, e se ele quebrar com a sua palavra, você pode provar isso em público.

Zen não é diferente de qualquer um desses, embora possa funcionar muito bem com alguns desses sistemas. É pego um contrato, colocado em um livro contábil descentralizado e, em seguida, lavra-se automaticamente esses contratos através de seu código-fonte. Sistemas como o Zen permitem que os usuários troquem contratos com outras pessoas no mundo todo, sem precisar encontrar alguém em quem ambos confiem. A segurança é algorítmica.

Como o Zen é diferente de outras plataformas de contratos inteligentes?

Zen é economicamente e tecnicamente diferente.

Zen é uma sidechain?

Pode ser! Sidechains precisam mover valores em duas direções: do Bitcoin para a sidechain e depois voltar. O Zen propõem uma direção com a junção Bitcoin-to-Zen: As ações no Bitcoin podem ter efeitos automáticos no Zen. A outra direção é mais difícil! Nós apoiamos todas as soluções existentes para o problema das sidechains, como a federação ou depósitos pessoalmente garantidos. Além disso, o Zen pode impor requisitos de garantia: Os gateways do Bitcoin podem bloquear ativos no Zen para assegurar contra falha o dinheiro dos usuários na rede Bitcoin. Nosso suporte à verificação formal significa que os ativos que esses gateways emitem podem funcionar com outros contratos, levando consigo uma quantia significativa de risco.

Também somos compatíveis com as mudanças no Bitcoin que permitem junções bidirecionais. Na verdade, o protocolo Zen é flexível o suficiente para que a maioria das propostas de sidechain funcionem sem precisar de um soft-fork.

O Zen é uma meta-chain?

Não. Meta-chains usam uma blockchain existente e adicionam novas camadas à ela que realizam algumas ações. O protocolo Zen é uma nova blockchain que funciona paralelamente ao Bitcoin. Tem seu próprio mecanismo de consenso, incentivos de mineração e formato de transação.

Qual é a conexão entre Zen e Bitcoin?

Os contratos Zen podem ouvir eventos da rede Bitcoin, possibilitando usos como a venda automática de um ativo ou serviço com pagamentos em Bitcoin. O protocolo Zen suporta sidechains, onde os Bitcoins se movem entre as duas cadeias, através de associações, garantias de depósitos, e se integrarão às futuras sidechain propostas para o Bitcoin.

O que é um Consenso Mesclado?

O consenso mesclado é a forma como o protocolo Zen permanece atualizado com o que ocorre no Bitcoin. Os mineradores adicionam cabeçalhos de bloco Bitcoin ao Zen, então todos - mineradores e nós - concordam entre si sobre quais são os cabeçalhos mais longos na cadeia Bitcoin. Há um período de carência para baixar e verificar os blocos do Bitcoin, de modo que pequenas reorganizações da cadeia de bitcoin não causam problemas no Zen. Ao invés de se usar um cliente Bitcoin personalizado, um nós do protocolo Zen obtém dados de nós Bitcoin padrão, via RPC.

O que é mineração multi-hash?

A mineração multi-hash é nossa solução para alinhar incentivos entre mineradores e usuários do protocolo Zen. Para cada bloco, um minerador pode escolher entre uma de várias funções de hash para usar, cada uma com sua própria dificuldade. O protocolo possui uma taxa relativa entre os blocos minerados usando essas funções. Se muitos blocos forem minerados usando uma função específica, sua dificuldade aumenta, reduzindo a eficiência da mineração com essa função. Os titulares de tokens votam para ajustar a dificuldade, fornecendo feedback sobre a integridade da blockchain.

Isso dá aos mineradores um grande incentivo para fazer o que os donos de token precisam, porque mudar entre diferentes funções de hash geralmente é bastante caro para o minerador, especialmente quando se usa hardware especializado. Por outro lado, os detentores de token não têm qualquer interesse na alteração de dificuldade, desde que os mineradores atuem em seu interesse e a blockchain esteja íntegra.

O que é um conjunto de contrato ativo?

O conjunto de contratos Ativos (ACS) contém todos os contratos que podem afetar diretamente a rede. O protocolo Zen reduz a carga da rede ao permitir que os contratos deixem o conjunto quando não são necessários, porém permitindo que os tokens gerados se movimentem livremente.

O que é a oferta de contrato?

A oferta de contrato é uma taxa especial paga em token Zen nativo que ativa um contrato, permitindo processar transações. A oferta é dividida entre todos os mineradores que encontram blocos enquanto o contrato permanece ativo, compensando-os pelo custo de manter o contrato na memória, pronto para ser executado sempre que for preciso validar uma transação gerada pelo contrato.

Existe uma moeda?

Existe sim. O Zen possui nativamente um token raro, usado para criar contratos, mas não é necessário para usá-los. A decisão de ter um tal token vem da necessidade de um ponto primordial para os mineradores - um bem que todos os mineiros desejam receber. Sem um token, não há nenhuma maneira de garantir os incentivos dos mineradores afim de garantir uma rede com grande poder de alcance. Evitamos ao máximo uma concorrência monetária, tornando o token Zen obrigatório apenas para fazer a função específica de criar contratos inteligentes, que representam o valor agregado do Zen para os detentores de Bitcoin e outras commodities.